Clarice Falcão

Vocês conhecem a Clarice Falcão?

Clarice é apenas atriz, cantora, compositora, roteirista e comediante brasileira. Ela ficou conhecida por causa da quantidade de acessos que os vídeos de suas músicas no Youtube tiveram. Suas músicas são muito criativas, e a melodia um amor! Mas não agrada todos os gostos uma pena. Atualmente ela está em turnê do seu primeiro disco, Monomania.

Conheci a Clarice a uns dois anos atrás, e foi amor a primeira vista ❤ Fui ao show dela nessa sexta-feira que passou (28/03), e estou totalmente no clima das suas músicas.

Adoro as músicas dela, gosto muito mesmo, e resolvi compartilhar algumas com vocês! Espero que vocês gostem 🙂

 

 

Assinatura

Quarta dos Quotes #5

Vocês não sabem como é difícil escolher apenas 7 quotes de livros que eu gosto tanto e que tem tanto a dizer. Mas eu poderia colocar mais não poderia? O problema é que eu sou metódica demais para colocar mais de 7 quando criei um padrão na minha cabeça. Estou falando isso porque hoje os quotes são de um livro que eu adoro, e que tem várias frases que me marcaram. Com vocês… As Vantagens de Ser Invisível.

“Nós aceitamos o amor que achamos que merecemos.”

 “Eu sei que tem pessoas que dizem que essas coisas não acontecem, e que isso serão apenas histórias um dia. Mas agora nós estamos vivos. E nesse momento, eu juro. Nós somos infinitos.”

“Quando estava indo para casa, só conseguia pensar na palavra ‘especial’. E pensei que a última pessoa que me disse isso foi a tia Helen. Foi muito bom ter ouvido isso novamente. Porque eu acho que todos nós nos esquecemos às vezes. E eu acho que todo mundo é especial à sua própria maneira. É o que eu penso.”

“Eu mal conseguia acreditar que Sam tinha me dado um presente, porque eu honestamente pensava que o “eu te amo” era isso. Mas ela me deu um presente, e pela primeira vez, uma coisa legal como essa me fez sorrir em vez de chorar.”

“Ele é invisível. (…) Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. E você compreende.”

“Sempre acho que um livro é meu favorito até eu ler outro.”

“Eu me sinto infinito”

Assinatura

S.O.S. – Mulheres ao Mar

Sinopse: Adriana (Giovanna Antonelli) não está em um bom momento. Ela não consegue que alguma editora publique seus livros e, para ganhar a vida, legenda filmes pornôs. Para piorar a situação, seu marido Eduardo (Marcello Airoldi) decide pedir o divórcio. Em meio à fossa da separação, ela descobre que o ex fará um cruzeiro ao lado da nova namorada, Beatriz (Emanuelle Araújo), uma estrela da TV. Incentivada pela irmã Luíza (Fabíula Nascimento), as duas decidem embarcar no mesmo cruzeiro para que Adriana tenha a chance de reconquistá-lo. A empregada Dialinda (Thalita Carauta), que tenta ajudar a patroa a todo custo, acaba também embarcando nesta aventura. (Retirado do Adoro Cinema)

 

Elenco: Giovanna Antonelli, Reynaldo Gianecchini, Fabiula Nascimento, Thalita Carauta, Marcello Airoldi, Emanuelle Araújo.
Direção: Cris D’Amato
Gênero: Romance, Comédia
Duração: 94 min.
Distribuidora: Walt Disney
Classificação: 12 Anos

Eu ia falar um pouquinho do filme, mas a sinopse já disse tudo, então vou apenas deixar aqui minhas impressões. Uma coisa que foi notável, e que muitos críticos deixaram bem explícito, foi a semelhança com o filme Meu Passado Me Condena, com Fábio Porchat e Miá Mello, que também foi filmado em um cruzeiro e a base da história é uma crise de casal, e essa semelhança pode fazer com que você sinta uma espécie de déjà vu ao assistir o filme.

Giovanna Antonelli, como sempre, foi super carismática e sua interpretação foi ótima, conseguindo me arrancar muitas gargalhadas, principalmente em uma cena em que ela faz um dueto com Emanuelle Araújo. Fabiula Nascimento e Thalita Carauta estão super divertidas, como verdadeiras humoristas devem ser. E o Reynaldo Gianecchini fez o mesmo papel que sempre faz, com as mesmas expressões, não inovando em nada, sendo o mesmo Gianecchini que a gente conhece.

Algo que incomodou muita gente foi o fato da personagem principal, Adriana, agir como se o marido (ou ex-marido) fosse a única coisa mais importante da vida dela, e como a Luíza e a Dialinda ficavam atrás de arranjar algum homem boa parte do tempo, transmitindo uma mensagem ao telespectador de que a felicidade das mulheres dependem de ter um homem ao seu lado. Mas não foi isso que eu senti, na verdade, acho que falta um pouco de humor na mente de algumas pessoas, elas devem relaxar e ver o filme como ele realmente é, uma comédia boba.

Eu achei esse filme é divertidíssimo, com partes bem engraçadas, mas é um filme bem estilo Sessão da Tarde, cheio de clichês, e um romance bem previsível. O filme não possui nada de grandioso, mas é ótimo para quem está a procura de uma comédia leve e bem brasileira.

Assinatura

Quarta dos Quotes #4

Hello people!

Eu acho que pulei uma quarta-feira, hahaha, me desculpem, dormi no ponto. Mas hoje eu trago os quotes de um livro que muita gente gosta. Eu me decepcionei um pouco com ele, esperava mais. Espero que vocês gostem dos quotes que separei do livro A Culpa é das Estrelas.

“Aparentemente, o mundo não é uma fábrica de realização de desejos.”

“Enquanto ele lia, me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.”

“Não dá para escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo.”

“Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações.”

“Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma infinidade de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros (…) Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter. “

“Esse é o problema da dor, ela precisa ser sentida.”

“Okay?
    Okay.”

Assinatura

Projeto 365 #7

Como sempre eu estou super atrasada em relação às postagens do blog. Ai, ai, gente, vocês não tem noção do quanto eu sou desorganizada e tenho preguiça de me organizar. Estou tentando me organizar aos poucos, mas essa semana não está nada fácil, minha mãe viajou, e sem ela a vida do pessoal daqui de casa chega próximo ao caos. E as provas vão começar essa semana, tanto do cursinho de inglês quanto da faculdade, ou seja, arrumar tempo pra estudar. Então, por esses motivos estou bem atrasadinha, mas com o tempo vou tentar me organizar e tudo mais. Vamos às fotos 🙂

#50 – Ê tédio

Dia 50 2

#51 – Óculos novo *-*

Dia 51

#52 – Meu óculos modelando

Dia 52

#53 – Filme na casa se Suelen. Despedida de Juninho (Parte 1)

Dia 53 - 22

#54 – Mocidade Kainos. Despedida de Juninho (Parte 2)

Dia 54

#55 – Essa foto definiu minha noite.

Dia 55

#56 – Quando você esquece de tirar uma foto no dia e tira só por tirar…

Dia 56 2

#57 – Garanti minha entrada para o show de Clarice Falcão *-*

Dia 57

#58 – Viciei nesse site ‘-‘

Dia 58

#59 – Setor onde estudo

#60 – Prainha com a família.

Dia 60

Gostaram das fotos? Não ficaram tão boas, mas quando a gente acaba esquecendo de tirar fotos, só resulta nisso :p

Assinatura

101 coisas em 1001 dias – Progresso #02

progresso 101 coisas

Demorei mas postei! Gente, desde que começaram as aulas minha vida está um pouco corrida, então não consegui fazer quase nada das minhas metas, e muitas delas eu falhei no mês, mas como vários são coisas que devem ser feitas em progresso, no final dos dias vou fazer uma média das metas para ver se consegui fazer, por exemplo, na meta 33, vou fazer uma média das postagens para ver se no final resulta em mais ou menos 3 postagens por dia. Enfim, confiram o que eu fiz e o que deixei de fazer em fevereiro!

20) Estudar todos os dias (nem que seja 20 min.): Esse tá quase sendo fail. Não estudei nada desde que as aulas começaram, mas como é uma meta que não acaba de uma hora pra outra, vou começar a fazer isso essa semana, e estudar mais pra compensar os dias anteriores!

26) Presentear 20 pessoas só porque deu vontade: Consegui presentear uma pessoa! A pessoa ficou meio desconfiada mas depois aceitou, tive que explicar todas as metas e tal, hahaha, mas deu certo.

31) Elogiar mais as pessoas ao meu redor: Em progresso.

33) Postar 3 vezes por semana ou mais no blog: Eu não consegui fazer isso em fevereiro D: Mas não vou desistir e vou continuar, postar mais nos próximos meses pra compensar.

34) Manter o blog: Em progresso.

38) Ler 3 livros em inglês: Comecei a ler o primeiro, mas não vou comemorar antes de terminar, hahaha. O livro é “Looking for Alaska.”

43) Escrever um livro: Comecei…

50) Pintar as unhas pelo menos uma vez por mês: Não consegui nesse mês de fevereiro 😦 Mas vou tentar compensar nos próximos.

51) Tomar mais água: Em progresso. Nível HARD.

53) Parar de tomar refrigerante: Continuo sem tomar, ou seja, em progresso.

54) Hidratar o cabelo pelo menos 1 vez por mês: Mesma resposta do item 50 😦

58) Ler mais a bíblia: Falhei tristemente nesse mês, mas vou tentar recuperar.

59) Orar mais vezes: Falhei tristemente nesse mês, mas vou tentar recuperar.

65) Ir ao cinema pelo menos uma vez por mês: Assisti ‘Muita Calma Nessa Hora 2’ em janeiro.

71) Ter um diário (não vale o Destrua este Diário): Minha agenda tá sendo meu diário, mas geralmente esqueço de escrever nele.

79) Usar meu óculos com mais frequência: Estou conseguindo! Em progresso.

81) Dormir antes das 3h da madrugada: Eu falhei em alguns dias, mas na maioria das vezes estou conseguindo 🙂

Assinatura

Ela

Sinopse: Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, que acaba de comprar um novo sistema operacional para seu computador. Para a sua surpresa, ele acaba se apaixonando pela voz deste programa informático, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia. (Retirado do Adoro Cinema)

Elenco: Joaquin Phoenix, Amy Adams, Scarlett Johansson, Olivia Wilde, Rooney Mara, Chris Pratt.
Direção: Spike Jonze
Gênero: Romance, Drama, Ficção Científica
Duração: 126 min.
Distribuidora: Sony Pictures
Classificação: 14 Anos

Ela se passa em um futuro não tão distante do nosso, e conta a história de Theodore (Joaquin Phoenix), um solitário escritor de cartas que está lidando com um difícil divórcio, e seu relacionamento com  Samantha (Scarlett Johansson), um sistema operacional (OS) que ele adquire.

O filme trata de uma linda, fofa e diferente história de amor, a qual, algumas vezes, chega a ser estranha. Fiquei pensando como uma ideia tão simples e criativa pode ser transformado em um filme tão belo. Os personagens exalam simpatia, são muito carismáticos, e isso me fez ficar mais envolvida com a história. As atuações são muito boas, e queria dar um destaque para a querida Scarlett Johansson, que mesmo sem aparecer nenhuma vez no filme, conseguiu transmitir vários tipos sentimentos e emoções apenas com sua voz, o que só confirmou que ela não é apenas um rostinho bonito, mas que ela tem muito talento. Joaquin Phoenix conseguiu me cativar de uma maneira tão sutil, com toda aquela sensibilidade, tristeza e alegria que ele trouxe para o personagem. Amy Adams, Olivia Wilde e Rooney Mara também trabalharam maravilhosamente bem nas poucas, porém significativas, partes do filme em que apareceram.

A trilha sonora estava perfeita, totalmente conectada com cada acontecimento em cada cena. As cenas em que Samantha tocou as músicas no piano que ela fazia para Theodore foram de fundamental importância para o entendimento dos reais sentimentos dela por ele, e eu posso dizer que eu consegui sentir o que ela estava querendo transmitir.

Uma das coisas que percebi no filme foi a crítica em relação à como a tecnologia influencia na nossa vida, de maneira até exagerada, e que muitas vezes deixamos de nos envolver com pessoas reais para nos prendermos à um mundo imaterial. Quando Theodore andava pela rua, vimos muitas pessoas, inclusive o próprio Theodore, tão ligados à tecnologia que nem se importavam com quem estavam ao lado deles, não olhavam de lado, sempre para frente, como se ninguém mais existisse. Mas o filme também trás uma história de amor e drama, de onde podemos encontrar o amor nos lugares mais inusitados e que não importa o que pensem, temos que procurar nossa própria felicidade, mesmo que ela esteja no relacionamento com um computador.

Se você ainda não assistiu Ela, por favor, vá correndo procurar um lugar para baixá-lo e assisti-lo. Ah, e antes que eu me esqueça, super merecido o Oscar de Melhor Roteiro Original, vale muito a pena assistir.